fbpx
Varejo registra aumento nas vendas em julho de 2019

Varejo registra aumento nas vendas em julho de 2019

O varejo brasileiro teve um aumento de 1% nas vendas em comparação a junho, com ajuste sazonal, segundo dados do IBGE. Esse resultado nos mostra que o setor varejista continua ganhando força, apresentando o melhor desempenho no mês nos últimos seis anos. 

Com esse crescimento, a média móvel do trimestre encerrado em julho mostrou uma aceleração de 0,5% nas vendas sobre o trimestre finalizado em junho, que foi de 0,1%.

Julho registrou um crescimento de 4,3% comparado a julho de 2018, e o varejo obteve o quarto avanço consecutivo em vendas, chegando à maior taxa registrada desde novembro do ano passado, de 4,5%.

Atividades do varejo que tiveram crescimento

A PMC verificou que sete dos oito setores pesquisados obtiveram resultados positivos de junho para julho. As atividades que contribuíram para esse aumento foram:

  • Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo: 1,3%;
  • Artigos de uso pessoal e doméstico: 2,2%;
  • Móveis e eletrodomésticos: 1,6%;
  • Tecidos, vestuário e calçados: 1,3%;
  • Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos: 0,7%;
  • Combustíveis e lubrificantes: 0,5%;
  • Livros, jornais, revistas e papelaria: 1,8%.

O único setor avaliado que registrou queda foi o de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação, com redução de 1,6%.

Julho de 2019 x julho de 2018

Comparando julho de 2019 com o mesmo mês em 2018, o varejo brasileiro mostrou um avanço de 4,3% com o predomínio de números positivos em seis dos oito setores listados acima:

  • Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo: 1,9%;
  • Artigos de uso pessoal e doméstico: 8,1%;
  • Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos: 8,5%;
  • Móveis e eletrodomésticos: 7,4%;
  • Tecidos, vestuário e calçados: 6,6%;
  • Combustíveis e lubrificantes: 5,0%.

As atividades que tiveram redução foram:

  • Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação: -2,2%;
  • Livros, jornais, revistas e papelaria: -18,5%.

Ritmo de vendas avança de janeiro a julho de 2019

Em comparação com o mesmo período em 2018, as vendas do varejo registraram um aumento de 1,2%, o que nos mostra um crescimento frente ao 0,6% acumulado até junho.

Esse avanço pôde ser observado em todas as atividades, com a exceção de equipamentos e materiais de escritório, informática e comunicação. Os destaques foram: móveis e eletrodomésticos, que subiu de -1,1% para 0,1%, e tecidos, vestuário e calçados, avançando de -0,6% para 0,4%.

Aumento das vendas do varejo nos estados brasileiros

De junho a julho deste ano, o varejo mostrou números positivos em 19 unidades da federação, sendo que os destaques foram o Mato Grosso, com 5,4%, Rio de Janeiro, 2,7%, e Bahia, com 2,4%.

Os estados que tiveram números negativos foram Amazonas, com -1,9%, seguido por Roraima, -1,6%, e Ceará, com -1,5%. Goiás e Pará mantiveram estabilidade nas vendas, com 0%.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Varejonline

Está à procura de um sistema de gestão que possa auxiliar você nas decisões do dia a dia?

Preencha os campos abaixo que, em breve, entraremos em contato.

Varejonline

Agendamento de Demonstração

Preencha o formulário e, em breve, entraremos em contato para agendar o melhor dia e horário para apresentarmos as nossas soluções.